Inteligências Múltiplas

Inteligências Múltiplas

Quem nunca fez, ou pensou em fazer, um teste de inteligência? O famoso Quociente de Inteligência (abreviado para QI no uso popular) é um dos testes que as pessoas mais buscam para “calcular” seu nível intelectual. Resolvendo esse teste, o indivíduo ganha uma numeração para sua inteligência e descobre como está se saindo diante da média mundial. Coisa que vem sendo feita desde o início do século passado.

No começo, era comum acreditar que pessoas com números altíssimos se tornariam os novos gênios da humanidade e fariam sucesso aonde quer que investissem sua inteligência. Mas, com o tempo, os pesquisadores descobriram que não funcionava bem assim. Houveram muitos casos em que pessoas que atingiram resultados altos não fora bem sucedidas em sua vida profissional. E o oposto também é verídico!

Então, em 1983, Howard Gardner lançou o livro “Estruturas da Mente”, onde expôs e descreveu as sete primeiras dimensões da inteligência humana. Estas eram: linguística, musical, lógica, espacial, corporal-cinestésica, interpessoal e intrapessoal. Somente alguns anos depois o psicólogo desenvolveu as teorias para a inteligência naturalista e a existencial. Confiram:

Linguística/Verbal

Caracteriza-se por uma grande capacidade de expressão através das palavras, tanto oralmente quanto na escrita. Os detentores dessa inteligência possuem domínio e gosto pela estrutura dos idiomas, sendo sensíveis ao significado das palavras na linguagem.

Lógica/Matemática

Expressa-se na existência do raciocínio lógico e dedutivo, além da sensibilidade para discernir relações e princípios subjacentes. As pessoas que possuem essa inteligência têm facilidade para lidar com padrões lógicos ou numéricos e, consequentemente, solucionar problemas matemáticos.

Musical/Sonora

Manifesta-se pela capacidade de identificar, discernir, decorar, compor e executar padrões sonoros. Nessa inteligência existe uma grande sensibilidade aos ritmos, tons e timbres musicais. Pode estar diretamente associada à outras inteligências, como a linguística ou a corporal-cinestésica.

Visual/Espacial

Identifica-se pela capacidade de compreender e perceber o mundo visual com exatidão. Os possuidores dessa inteligência são sensíveis aos padrões e formas visuais, podendo alterar as percepções do espaço. São ótimos com decorações, transformações, traçados e afins.

Corporal-cinestésica/Motora

Traduz-se na capacidade de controlar os movimentos corporais com precisão. Está ligada diretamente à coordenação motora, o que implica em agilidade e destreza para orquestrar a parte física. Quem tem essa inteligência costuma se expressar facilmente através do próprio corpo e possuir maior equilíbrio, flexibilidade, agilidade, etc.

Intrapessoal

Existente na presença do autoconhecimento e capacidade de percepção da própria identidade. Os indivíduos que possuem essa inteligência conhecem seus ideias, sonhos, desejos, necessidades, habilidades e motivações com clareza, além de serem ótimos administradores dos próprios sentimentos e emoções.

Interpessoal

Existente na capacidade de perceber e compreender as intenções, motivações, desejos, temperamentos e humores das outras pessoas. Os indivíduos que possuem essa inteligência sabem lidar com as reações dos outros e geralmente conseguem construir uma boa relação através da empatia.

Naturalista

Faz-se presente na sensibilidade para compreender os fenômenos e padrões naturais. Está diretamente ligada à capacidade de reconhecer e classificar as variedades do meio ambiente, tanto da flora quanto da fauna. Aqueles que possuem essa inteligência costumam ter uma atração maior pela natureza.

Existencial

Associa-se à capacidade de refletir e ponderar sobre questões fundamentais da existência. Os possuidores dessa inteligência costumam criar teorias e ideais sobre a origem da humanidade, aplicando em seu próprio cotidiano. Pode, ou não, estarem ligadores à religiosidade.

Essas inteligências existem, teoricamente, em todos os seres humanos. Umas se desenvolvem mais que outras, mas possuímos características básicas de todas elas. Então, quais são as suas inteligências mais desenvolvidas?

Fonte de pesquisa: http://pt.wikipedia.org/wiki/Intelig%C3%AAncia

4 pensamentos sobre “Inteligências Múltiplas

  1. Curti bagarai Gus!

    Agora sei que não sou um inútil total, sou inteligente de alguma forma – mesmo que a sociedade não tenha uma utilidade prática para isso.

    xD

    • Obrigado pelo comentário, Rô.

      Ninguém consegue ser um completo inútil, eu acho. Essa questão de inteligência é interessante porque podemos encaixar a teoria com os casos do cotidiano. Aliás, existem algumas pessoas que estão colocando uma utilidade prática para a teoria de Howard Gardner. Fiquei sabendo que alguns professores propuseram formas de aplicar isso em seus métodos de ensino. Mas acho que ainda não temos muitas coisas concretas.

      Aliás, adorei sua identificação. Um abraço! xD

  2. Belo texto, Gu!

    Eu procuro desenvolver, mais que as outras, as inteligências lógica e existencial e a que menos tenho aprimorada é a musical (apesar de odiar funk carioca =P). Também tento minimizar a descontinuidade da minha mente (característica presente em toda mente humana). Por exemplo, consigo enxergar uma relação intrínseca entre as inteligências intrapessoal e interpessoal mais do que as outras, devido à subjetividade da moral (descontinuidade da mente off neste caso :D).

    Faça um dicas de gramática sobre este/esse/aquele, vejo muitos erros por aí :D

    • Muito obrigado pela presença, Bruno!

      Parece que algumas pessoas nascem com tendência a desenvolver mais facilmente uma inteligência que outra, mas acho que é bom desenvolvermos o máximo que pudermos. Eu, por exemplo, preciso muito começar a trabalhar com a inteligência lógica. Creio que talvez seja uma das minhas inteligências menos desenvolvidas.

      Quanto à relação entre as inteligências intrapessoal e interpessoal, acho que realmente existe. Creio que é muito provável que ao desenvolvermos uma, iremos acabar desenvolvendo a outra.

      Aliás, agradeço a sugestão! Eu vou dar uma pesquisada e colocar na minha lista do Dicas de Gramática. Logo começo a trabalhar com o assunto. Apareça mais vezes, cara. Um abração. \o

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s